Minha comunidade

A oportunidade por trás do Small Data

estratégia métricas

Hoje o FTC (Federal Trade Comission) divulgou que chegaram no valor da multa para o Facebook, referente ao caso Cambridge Analytica.

O acordo foi de $5 bilhões. Essa é a maior multa que já foi aplicada por eles a uma empresa de tecnologia. Para contexto, a maior multa anterior a essa, foi para o Google no valor de $22.5 milhões, também por conta de questões relacionadas a privacidade.

A multa foi aplicada após uma investigação que durou 16 meses.

Ainda existem muitos pontos que não ficaram claros e provavelmente não ficarão no futuro, no entanto é provável que exista algum acordo para supervisão por parte do governo, algo que Zuckerberg inclusive já havia concordado em seu depoimento.

Na verdade o FTC poderia, além de ter ido atrás do Facebook, ter culpado Mark Zuckerberg pessoalmente pelo vazamento. Isso seria bem complicado e poderia trazer consequências negativas para a gestão do Facebook.

O impacto para o Marketing Digital

O Facebook na época já estava sob o olhar de uma consultoria independente, a PwC, que foi criticada por não ter identificado o caso de vazamento de dados referente a Cambridge Analytica.

Agora, vamos ser super honestos?

Você se lembra do caso da Cambridge Analytica? O vazamento de dados de 86 milhões de pessoas que se divertiram preenchendo uma enquete no Facebook (yep!) e depois tiveram seus dados (preferências listadas nas enquetes) categorizadas e vendidas para fins políticos.

Agora, se uma empresa coleta dados e garante que não vai distribuí-los e posteriormente faz isso, temos um problema certo?

Uma empresa que não cumpriu as regras que deveria cumprir, que violou o acordo de tratamento de dados imposto pelo Facebook, foi uma das grandes responsáveis por causar tudo isso.

Estamos em 2019, existem consequências. Esse caso trouxe uma atenção desproporcional para a questão da privacidade e que acelerou o processo natural da preocupação que temos com os dados. Pode ser positivo? Sim, sem dúvida.

Se você se cadastrou em uma rede e concordou com os termos de uso, teoricamente deveria respeitá-los. Isso não acontecia antigamente, uma minoria se preocupava com os termos de uso e não havia esse escrutínio todo com relação ao tratamento de dados.

O que estamos vendo nos últimos 16 meses é uma série de iniciativas do Facebook para proteger os dados e garantir que os acordos serão cumpridos. As APIs (que fazem a interface de dados internos do Facebook com ferramentas externas) estão passando por mudanças a todo o momento.

Como um analista, fica cada vez mais difícil adquirir dados públicos de pessoas físicas. Bons tempos onde era possível inclusive mapear os posts públicos do Facebook para análise. Hoje seria considerado invasão de privacidade em muitos casos, e isso nem faz tanto tempo assim.

Meu pedido é que se você é um profissional de marketing digital, analista, business intelligence e afins, considere o ano em que estamos. Algumas estratégias de Growth Hacking que foram usadas (e idolatradas) para crescimento exponencial poucos anos atrás, hoje seriam consideradas um crime.

A GDPR já chegou e no Brasil estamos cada vez mais perto de regras mais rigorosas com relação ao tratamento de dados.

Onde está a oportunidade?

Para mim fica claro que temos uma oportunidade incrível para explorar small data a fundo. Trabalhar os dados que já temos, de forma organizada, estruturada e compreensível representa uma das maiores oportunidades para os próximos anos. Isso não é particularmente novo. Analisar dados internos sempre foi um grande negócio.

No entanto, conforme as ferramentas e nossa habilidade de análise aumentam com o uso de melhores recursos (como Inteligência Artificial ), a compreensão de small data, onde o usuário sabe que está fornencendo os dados, torna-se uma habilidade mais do que necessária. Eu diria que é essencial para a sobrevivência dos negócios nos próximos anos.

Sobre small data, tem um livro incrível do Martin Lindstrom e que pode ajudar a ampliar a visão a respeito do assunto:

Conforme avançamos na maturidade digital, é evidente que teremos mais dificuldades. O mercado fica mais competitivo na mesma medida em que se torna mais maduro e reconhecido.

É só comparar o preço dos cliques dos anúncios em 2012 e agora, por exemplo. Ou o esforço necessário para conquistar a atenção do público.

Lembra quando um post de bom dia/boa noite gerava engajamento? Parece um passado muito distante, mas foi outro dia.

Mesmo assim, a mentalidade que eu acho mais adequada é a seguinte:

“A cada restrição, existe uma oportunidade.”

Sempre que algum fator limitar o seu crescimento ou aquisição de recursos, pense que não é pessoal, é o mercado evoluindo. Empresas e pessoas que falham em adaptar-se, terão dias difíceis pela frente.

Vamos trabalhar juntos para que isso não aconteça com a gente 😉

Um abraço,

 

Quer dicas diárias de Estratégia Digital? Siga no Instagram

Seguir no Instagram

Receba ferramentas e insights via email

Faça parte da minha newsletter gratuita e receba dicas exclusivas, meus cursos e insights.

Eu também oideio SPAM e o seu email nunca será repassado para terceiros.